Notícias

16.06
Quartas de Final TUV 2015

Entre as 21 equipes que iniciaram o 8º Torneio Universitário Vivamil, apenas 8 continuavam na disputa pelo título, e já pela tabela se via o equilíbrio que teríamos nos jogos, sendo os 8 classificados os melhores pelo ranking geral do torneio até o momento. Nos primeiros confrontos das 13h30, as 3 melhores equipes de 2014 em campo, num jogo EDF/UniBrasil/Os Corre Corre (3º lugar em 2014) x Direito/PUC/Rivotril, e no outro jogo a repetição da final de 2014 entre Arquitetura/UP/Black Will (campeão), e Direito/UniCuritiba/Los Borrachos (vice).

Educação Física/UniBrasil/Os Corre Corre x Direito/PUC/Rivotril FC

Mesmo iniciando o jogo com alguns desfalques, Os Corre Corre começaram mostrando o mesmo futebol envolvente de sempre, com muito toque de bola, jogadas individuais e uma marcação forte. O Rivotril começou a partida mais fechado, esperando o adversário, e em busca de um contra-ataque. Jogando melhor o time da UniBrasil abriu o placar com Paulo, e ampliou com Luis! Na segunda etapa o Rivotril bem que tentou, criou oportunidades, foi pra cima, mas agora com a equipe completa, os corredores continuaram melhores na partida, e liquidaram a fatura com mais um gol de Luis Fernando, e outro de Bruno, avançando para as semifinais pela terceira vez seguida e em busca do título inédito.

image

Direito/UniCuritiba/Los Borrachos x Arquitetura e Urbanismo/Universidade Positivo/Black Will FC

Toda a rivalidade e emoção esperadas para a partida aconteceram!! Que jogo, marcação forte, jogadas de habilidade, bola na trave, grandes defesas, cartões, discussões, e um futebol de alto nível. Com tanto equilíbrio técnico, a primeira etapa acabou mesmo no 0x0. Chegando firme na marcação, os Borrachos começaram a levar muitos cartões e a correr riscos na partida. O Black Will mesmo com alguns desfalques jogava bem, mas deixando Fred muito isolado no ataque não conseguia chegar com tanto perigo. Os Borrachos abriram o placar com Guilherme aos 11´, e o jogo tomou ares dramáticos. Se abrindo em busca do gol, o Black Will acabou tomando o segundo num contra-ataque rápido e mortal pela esquerda, João entrou em velocidade e chutou de bico no canto, fechando o jogo, e garantindo a equipe da UniCuritiba pela quinta vez nas semifinais.

image

Direito/PUC/Galo Preto FC x Comunicação Social/PUC/Boshcabosh

Com a melhor campanha até o momento na competição e um time de muitos atletas habilidosos, o favoritismo era certo para o Galo Preto! Do outro lado, o Boshcabosh vinha como azarão, e sem tanta responsabilidade em vencer a equipe entrou com uma estratégia ousada, apertando a marcação em alguns momentos para buscar um ataque com a defesa do adversário desorganizada. E não é que deu certo?! Com 3min, numa roubada de bola, Raphael saiu noo contra-ataque e acertou uma bomba no ângulo, abrindo o placar! O Galo se mostrou nervoso com o gol, começou a reclamar de lances bobos e esquecendo de jogar o futebol apresentado até o momento no TUV. Em alguns momento parecia um treino de ataque contra defesa, com grande superioridade do time de Direito, mas de repente, o Boshcabosh avança a marcação, roubava bolas, e levava perigo nos contra-ataques. No final da primeira o Galo se perdeu em campo, viu o adversário dominar a partida e só com as faltas parava o jogo. No segundo tempo a lógica seguiu a mesma, mais domínio e posse de bola do Galo, mas sem objetividade, e a cada contra-ataque o time de Comunicação Social levava mais perigo. Quando chegava com perigo o time de preto parava nas boa defesas do goleiro Flavio, e quando não era o goleiro, tinha uma perna ou barriga na frente do gol pra desviar a bola. E de tanto se arriscar, mas não marcou, o Galo tomou o segundo, Christian já havia acertado uma bomba no travessão minutos antes, no outro contra-ataque Lucas colocou pra dentro, fazendo 2x0 e liquidando a fatura! Destaque positivo para a entrega de toda a equipe vermelha! E negativo para a falta de espírito esportivo de alguns atletas da equipe preta, que foram expulsos do banco por reclamação.

image

Educação Física/UFPR/ADAF x Engenharia de Produção/Universidade Positivo/AC Posita

Na última partida, a disposição e entrega das equipes foi o ponto forte. As duas melhores defesas da competição se enfrentando! Muita marcação mas um jogo limpo, sem nenhum cartão amarelo aplicado. Sem favoritismos, as duas equipes buscaram mostrar seu futebol, e quando tinham posse da bola tentavam envolver o adversário. Por alguns momentos da partida a ADAF foi superior, jogou mais com a bola no campo adversário, mas criou poucas chances claras de gol. Do outro lado, o AC Posita era mais objetivo, mas quando conseguia envolver o adversário parava na inspiração do goleiro Tobias, que não havia sofrido nenhum gol na competição em quatro partidas, igualando o recorde da equipe de Medicina/UP/Smurfs, que em 2010 fez as quatro primeiras partidas sem levar gols, com grandes atuações do goleiro Claudio. Tanto equilíbrio, acabou refletindo no placar final, 0x0, e a primeira decisão por pênaltis no TUV 2015. Com o resultado, o goleiro Tobias já escreveu seu nome na história do TUV, fechando 5 partidas inteiras sem sofrer gols (por coindência, o gol sofrido pelo goleiro Renato em 2010 foi justamente para uma equipe de EDF/UFPR, os Ferões). E não é que o goleirão da ADAF resolveu mostrar que é bom mesmo?! De cara de defendeu a cobrança de Gustavo, viu seu companheiro Felipe marcar, e na segunda cobrança acompanhou o chute sair pra fora!!! Jean colocou ponto final na partida convertendo a cobrança, 2x0 nos pênaltis e depois de 6 anos novamente uma equipe de EDF/UFPR chega as semifinais do TUV.
image